E-book ou livro físico: o que você prefere?

livros_antigos2

Andei um pouco sumida sim. As festas de fim de ano e a falta de inspiração meio que me brecaram no meio do caminho. Mas, 2017 já está aqui e tudo que nós esperamos é que este ano seja especial e muito produtivo para muita gente, inclusive para o blog!

Para o primeiro post do ano decidi perguntar uma coisa: e-book ou livro físico, o que vocês preferem? Na minha opinião não tem mais nada emocionante do que livros físicos para você sentir, tocar, folhear e conviver com aqueles personagens e história de uma maneira mais íntima, mais aconchegante. Eu tenho uma mini-biblioteca e todos os anos encho ela mais um pouco. Muita gente já deve ter dito que queria porque queria aquela biblioteca de Hogwarts. Eu estou nesse senso comum.

É incrível que quanto mais entro em livrarias e bibliotecas mais vontade eu tenho de comprar e ler livros. É um sentimento de incompletude, sabe? Mas, vamos ao que interessa! E-book ou livro físico?

A tecnologia e a praticidade do e-book

Tenho que confessar. O e-book é uma plataforma que permite tanta coisa, principalmente se você quiser publicar seu livro em formato independente. A Amazon permite esse tipo de “transação”, que vale a pena. O simples fato de você baixar um livro e levá-lo para inúmeros lugares com um simples dispositivo é muito prático. Você pode comprar mais e mais livros e lê-los imediatamente. Não há necessidade de carregar peso ou esperar chegar em casa para começar um novo.

Em viagens o e-book é muito mais prático. Um kindle tem um design muito bonito e cabe em qualquer mochila. Você pode ajustar a letra, a iluminação. É prático, prático. Tem a opção de marcar a página, palavras e frases que mais lhe inspiraram.

As editoras brasileiras estão, pouco a pouco, migrando para o mundo digital, os próprios jornais já estão fadados a isso. Entretanto, a cultura de ler livros em formato eletrônico é pequena demais. Pode ser que mude, claro. Qualquer amante de livros deveria ter um kindle. Se gosta do livro físico e odeia que as páginas ficam dobradas ou se tem medo que o livro rasgue ou fique marcado, compre o físico e leia o e-book!

A originalidade do livro físico

Tentando manter a imparcialidade (só que não), o livro físico traz uma sensação de leveza porque você sente, no decorrer das páginas, que a história está chegando ao fim. Você sente as páginas, você respira as palavras. Nada como pegar um bom livro e apreciar a leitura horas a fio. Não tem como substituir o livro físico, a dor é excruciante. Tenho a impressão que o livro é a materialidade daquele universo, como se fosse mais fácil e mais divertido compreender aquele mundo, como se fosse um segredo que você tem acesso. É muito gostoso!

Para quem gosta de livros, tira-los da embalagem, verificar cada canto, cheirar as dobras, abri-lo e fechá-lo, são hábitos tão comuns e tão preciosos que não têm como pensar em lê-los digitalmente. O e-book é prático, eu sei, você sabe, mas o livro físico é único e também prático, pode servir de peso, de decoração (após você ler, óbvio) e de inspiração para você começar a sua própria história.

Já pensou em escrever um livro?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s