Como deve ser o contato com o profissional freelancer e cliente?

fazeramigos

Como freelancer, para muitos, ainda não é considerado um emprego, muitos se perguntam como começar nessa área, como ter indicação e como melhorar a clientela. Em primeiro lugar é necessário perceber o quanto a carreira de freelancer é completamente profissional. Logo, o contato entre as partes deve seguir a mesma linha de raciocínio.

Já falei em algum post o quanto você deve manter o comprometimento e não deixar que a relação profissional passe para uma relação mais pessoal, uma vez que pode dar muito problema e você não passará mais credibilidade, já que o freelancer ou cliente tendem a esquecer de suas responsabilidades e acabam não levando mais a sério o trabalho.

Mas, qual será o limite desse contato? Como funciona isso?

Depende do contexto

Pensemos que você conseguiu um trabalho com uma editora e que essa editora quer que você revise livros. Concorda que você deve dar todos os seus contatos? Telefone, celular, e-mail? Porque além de ser uma empresa séria, comprometida, conhecida e que poderá lhe ajudar na divulgação do seu trabalho (conseguindo mais revisões), é um freela que pode tornar-se fixo.

Por outro lado, se você for revisar um TCC ou artigo acadêmico não há necessidade de haver um contato via celular, mensagem, whatsapp, já que será específico e não durará tanto tempo. É pontual. Por isso que o e-mail é uma forma de contato perfeita, porque é um canal formal, prático e rápido. Sem contar que há casos que o cliente fica incansavelmente perguntando se a revisão está pronta ou não via mensagem, atrapalhando o dia a dia do profissional. No e-mail você já pode estipular o prazo de entrega e avisar ao cliente que entrará em contato caso surgir alguma dúvida. Assim você não dará margem para nenhum tipo de questionamento.

Para a redação de artigos para internet também sigo o mesmo princípio, principalmente se for um trabalho pontual. Lembre-se sempre que é um trabalho e não uma amizade. Para mim, o e-mail é a melhor forma de se comunicar, pelo menos na minha área.

A linguagem no e-mail

E a linguagem no e-mail, como faz? Manter a mesma linha. Não fuja do padrão, mantendo-se sempre muito educado, claro e prestativo. Não use gírias ou abreviações de palavras. Sempre se identifique, sempre pergunte “tudo bem”, sempre comece com um “olá” e o nome da pessoa. No final, não demonstre afeto. Colocar “atenciosamente” é o suficiente. E assine com o seu nome.

Contato nas redes sociais: Freelancer Anônima também está no Insta!

Talvez vocês tenham percebido que a Freelancer Anônima está no Instagram também. As redes sociais são importantíssimas para divulgar o serviço. Entretanto, é necessário separar as coisas. Não é um perfil pessoal, logo, a relação deve ser estritamente profissional, concentrada, focada. No Instagram é possível mandar Direct e saber o orçamento das revisões também, porque é privado e rápido. E o público pode ser segmentado.

E o que você acha disso?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s