Valorização

imagem1

Se você pesquisar pela internet, verá que há muitos sites para freelancer e muitos clientes que estão procurando por profissionais de diversas áreas. Ser uma revisora ou redatora freelancer requer muito cuidado e muita paciência para compreender o que o cliente quer e explicar, com delicadeza, a sua correção ou o formato do seu texto. É difícil definir como um texto deve ser escrito, afinal, quem mexe com ele todos os dias deve ter uma noção do que se encaixa ou não. E é difícil traduzir isso para os outros.

Até hoje minha família, não aquela que mora comigo, tem dificuldade em entender o que eu faço. “Você trabalha com a internet?”, “Quem te pede textos?”, “Todo mundo pode fazer o que você faz?”, “Isso não é trabalho”, “Você não vai sair de casa e trabalhar como todo mundo faz?”. Essas são algumas frases que escuto, sempre. Não acho que a palavra certa é preconceito, mas há uma barreira em que muitos não entendem o emprego homeoffice e o freelancer. Para os mais tradicionais, isso não é trabalho, é brincadeira. Entretanto, acredito que (não falo só de mim e sim de todos os freelancers) é uma baita responsabilidade ser freelancer. Além disso, é uma baita de uma escolha.

Você escolheu ser freelancer? Olha, sou nova ainda e estou caminhando conforme os dias passam. Me identifiquei com essa profissão, porém para você conseguir um lugar ao Sol e ter uma renda bacana, é preciso de muito esforço e disciplina. É “fácil” acordar a hora que você quiser, trabalhar as horas que quiser e tirar férias a hora que quiser, mas, o “difícil” mesmo é ter motivação. Muitos clientes acabam não valorizando o seu trabalho, querendo pagar menos ou achando um absurdo o preço cobrado. O fato é que redigir um texto requer pesquisa, tempo. E, pode ter certeza, quando não sentimos a valorização, ficamos desmotivados, frustrados. Não basta ter apenas paixão pela escrita, pelo menos para mim não.

Por isso que haverá vezes em que você não irá aceitar o trabalho, que você irá desistir, porque dependendo do preço e do prazo, não vale a pena. Posso dizer que no começo eu aceitava tudo, tudo mesmo. Qualquer preço. Qualquer texto. Só que não havia qualidade. Lembre-se sempre: qualidade em primeiro lugar. Porque é a partir dela que você divulgará o seu trabalho. Outra coisa: nada de pressa. Saiba conciliar todo o seu trabalho como freelancer.

Posso ter mudado de assunto, mas o que queria dizer é que todos os dias existirão desafios para você continuar nessa carreira. E sim, é um trabalho complexo. E se você realmente acreditar na sua capacidade, explique quantas vezes forem necessárias o que é que você faz! Ah! E não se preocupe com a opinião dos outros.

Ser redatora freelancer é um desafio diário. Tem que ter paixão e motivação.

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s